Tarte Tatin

Essa torta é um clássico francês!! esse fato, por si só, poderia assustar pelo nível de dificuldade, entretanto, ela é exatamente um clássico pela facilidade, mas visualmente parece que você ficou horas na cozinha.

Segundo conta-se, essa torta teria sido feita de maneira invertida por um erro das irmãs Tatin, mas esse erro lhes rendeu fama entre até hoje.

Depois de feita a massa, que pode ser comprada no supermercado, faça uma calda com o açúcar ( 160 gramas) e a manteiga (60 gramas)  em uma frigideira grossa que vá ao forno, assim você só usa um utensílio. Coloque as bananas quando essa calda ficar ligeiramente escurinha, com a parte do corte para baixo (cerca de 3 bananas), coloque a canela e raspas de laranja se quiser. Abra a massa desta receita aqui de pâte brisèe ou esta aqui do Jamie Oliver por cima da calda, fechando nas laterais, faça furinhos na massa e leve ao forno preaquecido por 30 minutos, vire sobre um prato de servir ainda quente.

na frigideira antes de virar no prato

Eu vou confessar uma coisa pra vocês, eu tinha a massa pronta na geladeira e bananas muito maduras, eu fiz o seguinte, cortei as bananas no sentido do comprimento, joguei nessa frigideira com açúcar e canela, assim de olho mesmo, abri a massa, joguei por cima das bananas, e levei direto ao forno por 40 minutos a 180 graus. Aliás, só tirei de lá quando o cheiro estava maravilhoso e a massa um pouco dourada. Ela não ficou tão bronzeada porque não fiz a calda previamente, mas também não tive trabalho nenhum!!

a minha ficou assim:

as bananas assaram direto no forno com a massa

Não ficou linda, mas ficou delícia, e com um sorvete de creme ou creme de leite fresco batido dá pra abandonar a dieta.

Mas a receita de cima é a que sempre faço, com frutas diversas, pêra, ameixas, maçãs ou mesmo as bananas, com bastante raspas de laranja e canela, não tem como não ficar bom!!

essa linda vem do blog Notions&Notations

bora tentar??

Para o recheio:
60g de manteiga sem sal;
160g de açúcar cristal;
1 colher de chá de raspas de laranja;
1/4 da colher de chá de canela em pó;
4 bananas maduras cortadas ao meio no sentido do comprimento
como já expliquei acima, e a massa é só clicar nos links acima, eu usei a massa podre do Jamie Oliver.

essa outra do A cozinha coletiva

Anúncios

Uma pequena cozinha parisiente

Eu moro em um apê pequeno, espaço muito bem aproveitado para duas pessoas, com uma cozinha pequena que, para uma pessoa alta e estabanada como eu, se torna minúscula!! Mas vendo os vídeos da chef londrina radicada em Paris e formada no Cordon Bleu Rachel Khoo vi que posso ser feliz sem sonhar com uma mega bancada!! Além de morar num num apê sem quarto, ainda serve como restaurante a noite, para 2 comensais que ela recebe com um menu exclusivo. Ameeeeeiiiiiiiiii vê-la cozinhando… jeito descontraído, simples, temperinhos saindo da janela, ingredientes fáceis e, amor, muito amor e carinho, até enfiando batata e alho poró no bucho de um peixe você percebe a delicadeza que deve refletir no sabor do que ela faz, quem sabe um dia sento-me à mesa desta simpática chef.

Usando utensílios bemmmmm simples, num fogãozinho velho de 2 bocas, ela faz a comida que os parisientes comem em casa, como ela diz, e faz sucesso, muito sucesso. Já tem livros traduzidos em vários idiomas, um programa na TV e muitas imagens belíssimas dela na capital francesa, suas feiras, sua gente, sua comida…

Clau, a sortuda parceira de blog que mora lá na terra da Rachel, por favor mande lembranças a ela por mim 😉

Bœuf Bourguignon

O famoso Boeuf Bourguignon é um prato típico da região da Borgonha na França.

´E essencialmente uma carne assada cozida em pequenos pedaços no vinho tinto, é acompanhado normalmente por cogumelos, cebolas e pedacinhos de bacon. No entanto, as variações de acompanhamento são múltiplas. Cenouras ou batatas podem ser adicionados, por exemplo. Tradicionalmente pode ser servido junto à um pão tostado com alho, batatas ao vapor, massas (tagliatelle ou macaroni), ou com um acompanhamento bourguignonne, composto de champignons, bacon, e pequenas cebolas glacés à brun.

O cozimento é feito sempre lentamente e em fogo baixo, pois assim, os alimentos cozinham pouco a pouco e vai se formando um sugo a partir do vinho que foi colocado e da farinha que dará consistência para o sugo.

Dicas: Em princípio, o vinho utilizado deve ser da região da Borgonha. A qualidade do prato depende essencialmente da qualidade dos ingredientes principais: da carne e do vinho. Este é um prato essencialmente do inverno!!

Eu já fiz várias receitas e a melhor delas é esta aqui.

Bon appétit à tous!

Receita Bœuf Bourguignon

Tempo de preparo: 30 min

Tempo de preparo: 3 h

Ingredientes (serve 6 Pessoas):

– 1 kg de carne de bovino para bourguignon

– 100 g de bacon

– 50 g de manteiga ou 3 colheres de sopa de óleo

– 1/3 para 1/2 litro de vinho tinto (Borgonha ou Cotes du Rhone)

– 1/4 litro de água

– 4 cenouras

– 2 cebolas

– Alho (3 ou 4 dentes)

– 1 a 2 colheres de sopa de farinha de

– 1 bouquet garni (tomilho, louro, salsa, salsão e alecrim)

– Sal e pimenta

– 250 g de cogumelos Paris (fresco, congelado ou enlatado)

Preparação:

Em uma panela de pressão, cozinhe sem gordura (aquela do bacon é suficiente e natural) a cebola picada e o bacon. Se precisar adicione óleo ou manteiga.

Uma vez dourados reserve em um prato.

Não lavar a panela, sele a carne em todos os lados em óleo ou manteiga, se preferir.

Uma vez que a carne é dourada, acrescente o bacon e cebolas que tinham sido previamente reservados.

Adicionar 25 ml de água.

Adicione os cogumelos. Misturar.

Polvilhe com farinha. Misture bem. Deixe dourar por um momento.

Adicione sal e pimenta. Adicione o alho picado e bouquet garni.

Adicione o vinho tinto, que deve cobrir a carne.

Feche a panela de pressão. Esperar para a rotação da válvula.

Cozinhe em fogo muito baixo por 45 min.

Esfrie a panela e adicione 4 cenouras cortadas.

Feche a panela de pressão de novo. Esperar para a rotação da válvula.

Cozinhe em fogo muito baixo por mais uns 25 min.

Acompanhamento:

Tempo de preparo: 15 min):

Você pode fazer um bom purê de batatas.

Corte batatas em cubos – e até mesmo cenoura – no rack para fazer um purê que vai combinar perfeitamente com o boeuf bourguignon.

Amasse os legumes com um garfo e junte o leite quente até a consistência desejada.

Adicione sal, pimenta e um pouco de noz moscada.

Bom apetite!